De autoria do deputado Hermeto, o PL 936 tem o objetivo de usar a tecnologia a favor do policiamento nas ruas

Foi publicada nesta terça feira, (20/10) no Diário Oficial da Câmara Legislativa, Projeto de Lei n.º 936, de autoria do Deputado Distrital Hermeto (MDB), que dispõe sobre o uso de Tecnologias de Reconhecimento Facial — TRF na segurança pública e dá outras providências.

Se analisarmos pelo prisma que a tecnologia de reconhecimento facial tem sido adotada pela sociedade em diversas áreas, principalmente na de segurança pública. Todavia, a escassez de legislação sobre o tema permite a ocorrência de abusos.

A tecnologia pode ser uma ferramenta importante no combate ao crime, mas é preciso estabelecer limites quanto ao monitoramento de pessoas. Imperioso garantir que sua utilização não gere parcialidade racial ou de gênero, sob o risco de, sem a devida proteção jurídica, tornar-se um mecanismo de controle social.

“A nossa proposta é criar uma legislação específica estabelecendo limites quanto ao monitoramento das pessoas, evitando abusos e garantir que isso não se torne um mecanismo de controle social.“ Deputado Hermeto.

Em todo o mundo, câmeras de segurança com reconhecimento facial já são
utilizadas identificar criminosos entre milhares de pessoas e dar maior efetividade ao combate à criminalidade e ao terrorismo.

Conheça mais um projeto do deputado Hermeto em favor da segurança pública:

O Projeto de Lei N° 946/2020 propõe que se priorize nos sites da PCDF e da Subsecretaria do Sistema Penitenciário, todas as informações necessárias para uma melhor identificação, como o nome procurado, foto real e possíveis variações de aparência, apelidos, local e data de nascimento, idade, cor dos olhos e dos cabelos, altura, peso, sexo, raça e os crimes cometidos.

A ideia é que o conteúdo da página de internet seja organizado de forma a priorizar a divulgação de indivíduos que cometeram crimes hediondos, perigosos e os recém decretados fugitivos e disponibilize um número telefônico para receber informes e campo próprio para envio de comunicações.

Por Larissa do Vale.


 



Idealizada pela empresa de roupas femininas, Rafaellas, a Campanha Dianthus, lançada no último dia 14, visa levar uma mensagem de encorajamento às mulheres que passaram pelo tratamento de câncer de mama, bem como para as pacientes que superaram a doença

 

 

 

          

A campanha Outubro Rosa, celebrada mundialmente, gera grande movimentação social, a fim de promover a conscientização da sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Contudo, a marca, Rafaellas, lançada em meio à pandemia do novo Coronavírus, inovou ao apresentar a Campanha Dianthus, a fim de promover apoio emocional às mulheres que enfrentam e que já passaram pelo Câncer de Mama.

 

Lançada no último dia 14, a mobilização leva o nome da flor Dianthus, pois faz alusão à uma espécie muito resistente e que mesmo após enfrentar geadas e grandes tempestades, consegue florir com a mesma excelência. O idealizador da campanha, o empresário Isaque Torres Dantas explica que o projeto tem como objetivo estimular mulheres que venceram o câncer e apoiar quem está em tratamento a acreditar que é possível retornar uma vida feliz após o término da doença

 

Torres, uniu a sua expertise de empreendedorismo, ao entrar no mundo dos negócios aos 16 anos com a sua primeira empresa, à necessidade dessas mulheres que precisam de apoio emocional durante ao processo de recuperação do câncer de mama.

 

“O intuito da campanha Dianthus é trazer uma pitada de autoestima para mulheres que estão no meio do tratamento. Sabemos que é um processo muito doloroso e difícil e que afeta diretamente a autoestima das mulheres que são o nosso público. Então, quisemos ter uma responsabilidade de motivar, levar força e uma energia de beleza para elas, usando pacientes que já venceram o câncer nesse editorial”, explica.

 

A marca Rafaellas criou uma coleção exclusiva de roupas femininas para essa campanha. Com isso foram enviadas para esse público peças com uma carta de motivação.  “Existe, felicidade, beleza, moda e estilo depois do câncer sim’, defende Isaque.    

 

O projeto vai estar em vigor durante o mês de outubro e mulheres que tem esse perfil continuarão recebendo peças exclusivas do Editorial Dianthus.

 

 

 A empresa Rafaellas

 

A empresa foi concebida pelo empresário Isaque Torres Dantas, que começou sua trajetória profissional aos 8 anos ao trabalhar em um empreendimento familiar. Visionário e com um olhar empreendedor, Torres concebeu a Rafaellas, nascida em junho, no meio da pandemia da Covid-19. A empresa enxergou uma oportunidade com a obrigatoriedade do uso de máscaras, ao entender que seria um acessório necessário e a partir daí foram criados modelos mais confortável e com estampas diferenciadas para o universo feminino, como uma forma de estilo e moda.

 

A aceitação do produto foi bem sucedida e logo surgiu a ideia de trazer uma loja que confeccionasse roupas acessíveis para todos os tipos de mulheres, com conforto e qualidade e com ótimo custo-benefício.

 

Com a produção de modelos próprios, a marca surgiu em uma ambiente totalmente online. Após investir no ecommerce, o empresário percebeu a necessidade de abrir a sua loja física e escolheu Brasília para ser a sua primeira unidade e, posteriormente se transformar em uma franquia para levar moda e beleza acessíveis para outras regiões do país.

 

 

 

Serviço: Outubro Rosa: Mulheres ganham coleção de roupa exclusiva em apoio ao enfrentamento do câncer de mama 
Endereço:  305 Norte – Brasília -DF
Contato: (61) 99813 0168

Email: crisnyanerodrigues@hotmail.com


Crédito fotos:

Hugo Martins Viana

Nathally Mayara de Jesus


O PróGoiás tem como metas diversificar indústria, impulsionar inovação e reduzir desigualdades sociais e regionais

Foto: Marcelo Alves.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) e a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, lançaram, nesta quarta-feira (07/10), o Programa de Desenvolvimento Regional (ProGoiás), destinado ao crescimento e à diversificação do parque industrial de Goiás.

Objeto de vários debates com o setor produtivo antes de virar lei estadual, o novo modelo de incentivos fiscais tem ainda as metas de impulsionar e desenvolver a inovação e a renovação tecnológicas, incentivar a geração de emprego e reduzir as desigualdades sociais e regionais.

“Eu quero que haja um sentimento de espírito público em todos os nossos empresários. Enxerguem também essas regiões do Norte e Nordeste, Vale do Araguaia, desassistidas, em que as pessoas deverão ter ali o mínimo de condição”, defendeu o governador durante o discurso. “Esses projetos [incentivos fiscais] têm que ter muita responsabilidade, eles não podem ter nenhuma vertente eleitoreira nem politiqueira”, argumentou.

Sucessor dos programas Fomentar e Produzir, o ProGoiás busca também desburocratizar a concessão de benefício para o setor industrial e garantir a segurança jurídica e impessoalidade. Ele tem validade até 2032.

O ProGoiás oferece incentivo fiscal tradicional, ou seja, crédito outorgado, sem financiamento. É mais atraente, menos burocrático que seus antecessores e segue modelo adotado no Mato Grosso do Sul (MS) e o Convênio ICMS do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), além da Lei n° 20.367/18. São ainda objetivos do programa estimular a formação ou o aprimoramento de arranjos produtivos locais e ampliar o aproveitamento da cadeia produtiva existente no Estado.

O presidente da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), Edwal Portilho, elogiou o novo modelo de incentivos fiscais do governo Caiado. Para ele, o ProGoiás se configura em um marco de desenvolvimento regional. “Da maneira como foi criado, não somente grandes corporações, mas as pequenas indústrias do interior poderão buscar maior competitividade aos seus negócios, gerando mais empregos, arrecadação, renda e desenvolvimento social”, elencou o representante do setor produtivo no evento.

“O governador salvou, no mínimo, 30 mil empregos no Estado”, assinalou o senador Luiz do Carmo, ao se referir à matéria aprovada, na última terça-feira (06/10), no Senado Federal, que incluiu Goiás no projeto que estende o prazo de incentivo fiscal para montadoras de automóveis. Antes da votação em Brasília, que já havia sido referendada pela Câmara dos Deputados, o benefício prolongado estava restrito apenas aos estados do Norte e Nordeste.

“Goiás vai desenvolver muito mais e ainda tem dois anos de governo”, projetou o parlamentar sobre como a atuação e a influência do governador têm contribuído com o crescimento socioeconômico do Estado.

O subsecretário da Receita Estadual, Aubirlan Vitoi, destacou como vantagens do ProGoiás a impessoalidade, a transparência, a digitalização e a celeridade de adesão, e que se não deve ultrapassar dois meses entre solicitação e credenciamento. “Depois de mais de 40 anos, o Estado passa a ter um programa de gestão de benefícios”, disse.

Ele ainda acrescentou que, a pedido do governador, a carga tributária para os estabelecimentos que se instalarem nos municípios com maior vulnerabilidade social será menor do que em outras regiões: 1,8% para as pequenas empresas e 2% para as demais.

Além da desburocratização e da segurança jurídica, outro ponto positivo do novo programa foi reconhecido pelo representante dos empresários na solenidade, Carlos Luciano Martins Ribeiro, que é ceo da Montreal e presidente do Grupo Novo Mundo. “Soma-se a isso uma taxa de juros baixa; a gente viveu anos e anos com taxas que inibiam o desenvolvimento”, informou. “Queremos cumprimentar a equipe da Secretaria da Economia, que abre as portas para os empresários. Ao longo de todo o planejamento do ProGoiás, nós fomos ouvidos.”

Quem pode participar

Podem ser beneficiários do ProGoiás os estabelecimentos que exerçam atividades industriais no Estado interessados em realizar investimentos para a implantação de novo empreendimento industrial, ampliação de estabelecimento industrial já existente e ainda revitalização de estabelecimento industrial paralisado. Há regras para as três fases de participação: com novo projeto, ampliação e revitalização, com base de inscrição no Cadastro de Contribuintes do Estado.

Os investimentos previstos no programa devem ser de valor correspondente, no mínimo, ao percentual de 15% do montante do crédito outorgado previsto no artigo 4º da Lei 20.787, estimado para os primeiros 36 meses de fruição do benefício.

Devem ser discriminados em terrenos, obras civis, veículos, máquinas, softwares, equipamentos, instalações e demais investimentos relacionados à implantação, ampliação ou revitalização. A aplicação da verba deve ocorrer e ser comprovada no prazo de até três anos, contados do mês seguinte ao do início da fruição do benefício do crédito outorgado.



Para celebrar o período da festividade infantil, o restaurante Aquela Parmê traz duas opções de sanduíches inovando o cardápio infantil com a sua especialidade: a parmegiana        

 

Com a chegada do mês das crianças, o restaurante Aquela Parmê lança em seu cardápio um lanche totalmente inovador, criativo e que vai cair no gosto dos pequenos. Usando a sua matéria prima essencial, o gerente da Aquela Parmê apresenta duas versões de sanduíches: Cheese Polpeburguer (a partir de R$32,00) e Cheese Parmê Filé (a partir de R$38,00).

 

O Cheese Polpeburguer é elaborado com um crocante pão de hambúrguer (de sal), recheado com um generoso polpetone (220 gramas), uma camada extensa de queijo e um molho artesanal do puro tomate italiano feito na casa. Já o carro-chefe da casa, também estaria presente no cardápio, é o  Cheese Parmê Filé, recheado com um generoso bife de filé mignon ( 180 gramas) coberto por queijo e um toque do molho caseiro que formam uma combinação inusitada de textura e sabor. As duas versões dos sanduíches tem como acompanhamento a famosa e querida batata-frita de ondinhas.

 

Segundo o gerente da casa, Mauro Gonçalves, a ideia do sanduíche de parmegiana veio da criatividade de um primo, louco por parmegiana. Segundo o gerente, ele brincava que comeria o famoso bife até no pão. “Logo, pensei em uma maneira de criar um sanduíche à parmegiana. Chamei uns amigos 'comilões' e fizemos uma noite de degustação. Foi sucesso imediato, depois de alguns ajustes tínhamos nosso sanduíche à parmegiana exclusivo e bastante elogiado”, explica.

 

Segundo Mauro, o prato vai cair no gosto do público infantil que é apaixonado por sanduíches. “A garotada vai adorar, o prato que já é muito bem quisto para o almoço e jantar, inclusive das crianças, agora ganha essa nova versão para e ingressa em nosso cardápio para festejar a data”, defende.

 

A casa está aberta de terça a domingo, de 11 às 22h, no sistema delivery e take-out. As entregas estão disponíveis pelos aplicativos (preços entre R$ 32,00 e R$ 110,00). A opção take-out tem 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme .

 

 

 

 

Serviço:  Sanduíche de parmegiana é o lançamento do Aquela Parmê para o mês das crianças
Endereço: Rua das figueiras número 6 loja 15 - Águas Claras, Brasília
Contato: (61) 98156-9038

Cardápio: https://fastget.app/aquelaparme .

Dias e Horários de Funcionamento: Aberto de terça a domingo das 11 às 22 ( sistema delivery e take-out)

Entregas pelos aplicativos Tonolucro, 99Food e UberEats

Take-out com 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme

O restaurante recebe os cartões das principais bandeiras, ticket restaurante, sodexo, alelo e Pic pay

 Com capacidade de transmissões com até 8 câmeras simultâneas, o Dobo Studios oferece moderna tecnologia no serviço de live streaming; já foram dezenas de lives, incluindo webinar com painel 360o para 5 mil pessoas

 



As Lives ganharam destaque e funcionalidade nos mais diversos setores, por todo o mundo durante a pandemia. E a estimativa é que a utilização desse formato permaneça mesmo após o fim do isolamento. Setores como ensino a distância, shows, cursos dos mais diversos segmentos e até cerimônias de casamentos, aprovaram esse novo formato e estão buscando meios para deixar as transmissões cada vez mais profissionais e eficientes. Foi pensando na modernização desse novo cenário que o empresário Felipe Sarkis, investiu em tecnologia e trouxe para Brasília o Dobo Studios, um projeto inovador, que promete entregar todas as necessidades de um projeto digital, com tecnologia e equipamentos de ponta.

 

Foram investidos cerca de R$ 5 milhões para montar a estrutura moderna, com 550m2 de estúdio, 60m2 de painel de led de alta resolução, Mobiliário Cenográfico, live streaming em 4k com até 08 câmeras simultâneas, cenografia virtual interativa, 15 metros de travelling, mais de 100 equipamentos de iluminação de efeitos, máquina de fumaça e gelo seco; mesa de corte (BlackMagic), câmeras 4k (Sony e Black Magic), captação, edição e finalização de vídeos, sistema Shure UHF – R, Captação de 64 canais de áudio em pista (Digico/Waves). Na parte de estrutura, conta ainda com Coworking - Hot Desk, sala de brainstorming, sala privativa e sala de reunião, hospedagem e alimentaçãoToda essa tecnologia está localizada dentro do Lake Side, condomínio que fica às margens do Lago Paranoá.

 

Para Felipe, toda essa estrutura traz ainda mais inspiração e profissionalismo para os projetos. “A tecnologia agrega muito valor aos negócios, sem contar com a agilidade e performance na entrega final do projeto. A geração de conteúdos em Brasília precisava de um espaço como o Dobo Studios”, afirma o empresário. O Dobo Studios já é o mais moderno estúdio do Centro Oeste e está pronto para atender a demanda de grandes shows, palestras, eventos de todos os segmentos com a capacidade de transmissão em 360 graus, permitindo uma sensação maior de proximidade com público. Em funcionamento desde agosto, o estúdio já transmitiu grandes eventos, com artistas como Cleber e Cauã, o Grupo Di Propósito, a coach Luiza Vono e o especialista em Inteligência Emocional, Márcio Micheli, com um webinar em palco 360 graus transmitido para cerca de 5 mil pessoas. 





Pedro Lima, que ficará responsável pela coordenação de produção do Dobo Studios, reforça que o espaço está preparado para a produção de conteúdo desde sua criação até a finalização do projeto. “Aqui é possível criar um projeto digital do zero e transformá-lo em realidade, os equipamentos e a estrutura estão preparados para atender a demanda desse novo formato e colocar tudo on-line” reforça o produtor. Lourival Borges, diretor do estúdio, destaca todas as ações que podem ser produzidas no espaço. ”Aqui no Dobo, podemos criar a gravação de DVD, videoclipe, talk shows, cooking show, programas de TVs, infoproduto, palestras e até vídeo aula. Nosso objetivo é trazer soluções on e off da maneira mais moderna e tecnológica que o momento exige, tudo em um único estúdio”, finaliza Lourival.

 

 

SERVIÇO

Dobo Studios

Endereço: SHTN Trecho 1 Conjunto 2 – Lake Side -Asa Norte, Brasília - DF, 70800-210
Telefone: (61) 3035-1113 ou (61) 9 9849-2546

Instagram: /dobostudios

Site: http://www.dobostudios.com.br/


 Em um ano atípico, marcado pela pandemia do novo coronavírus, profissionais de saúde estão preocupados com o número de pessoas que deixaram de realizar sua rotina de avaliação médica . Os especialistas alertam que  este ano, Outubro Rosa deve ser marcado não apenas para reforçar a  prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo do útero, mas também para lembrar a importância dos exames de rotina e da persistência no tratamento. 

 

“Estamos orientando para que o isolamento social, causado pela covid-19 e ainda respeitado por muitos, não seja um dificultador para que mulheres realizem seus exames de rotina. Os laboratórios e clínicas estão cada vez mais preparados para receber essas pacientes. A mamografia é indispensável prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama”, alerta o radiologista e gerente médico de diagnóstico por imagem do Sabin, Marcelo Canuto. 

 

Mamografia 

 

A mamografia  é conhecida com o raio-X das mamas. Com ela, é possível detectar possíveis sinais de câncer de mama antes mesmo do nódulo ser formado (palpado), principalmente em mulheres com tecido mais gorduroso nas mamas ou que estão na fase da pós-menopausa. A mamografia deve ser feita anualmente, a partir dos 40 anos de idade, ou antes, com recomendação médica. 

 

“No Sabin, nosso serviço de imagem conta com aparelho digital de última geração, que reduz o tempo de realização de exames, dispõe de tomossíntese mamária, com menor taxa de repetições e dose reduzida de radiação”,conta Marcelo Canuto.

 

Segurança redobrada 

 

Os serviços de saúde têm se preparado para manter fluxos separados e seguros para atender à população nos cuidados com a saúde, além de muitos médicos disponibilizarem o atendimento por telemedicina, permitindo que o paciente não tenha interrupção do seu tratamento e reduza seus riscos de contágio. Para dar segurança aos pacientes e colaboradores, o Grupo Sabin de Medicina Diagnóstica adotou várias medidas para manter o ambiente livre de coronavírus. 


“Com a pandemia o cuidado foi redobrado. Além de todos os protocolos de higienização, as estruturas das unidades foram adaptadas com novos processos e equipamentos para garantir maior segurança, eficiência e agilidade no atendimento. Implantamos várias medidas preventivas para proteger e conscientizar nossos colaboradores, que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus.  Além disso, disponibilizamos álcool em gel para a higienização das mãos e o uso de máscaras é obrigatório”, explica o médico e gestor Marcelo Canuto.


De olho na crescente digitalização das empresas, que se intensificou com a pandemia causada pelo Covid-19, a NWi Telecom, empresa 100% brasiliense com mais 25 anos de mercado, anuncia a expansão para aumentar a capacidade do serviço Cloud e Hosting com um novo Data Center Tier III. Com equipamentos e estrutura que garantem a qualificação Tier III, e tecnologia da HUAWEI, uma das melhores do mercado mundial, a NWi passa a oferecer mais escalabilidade para seus clientes que buscam segurança de dados, rapidez e baixíssima latência.

 

Para o timing da companhia com sede em Brasília, o momento não poderia ser mais estratégico. Com a pandemia causada pelo Covid-19, que levou milhões de pessoas para o home office, vídeo-conferência, compras online e serviços de streaming, exigindo demanda por mais infraestrutura de tecnologia e, consequentemente, mais espaço no armazenamento de dados. Com a entrada da Lei Geral de Proteção de Dados batendo às portas, a empresa se apresenta como mais uma alternativa para que possam cumprir com os requisitos de conformidade da lei.

 

Por estar localizado no DF, e considerado geograficamente hub em fibra ótica, consegue entregar menor latência, já que está no centro, cortando o País ao meio, oferecendo a agilidade necessária para alavancar os projetos de infraestrutura de TI da região. Com isso, a empresa pretende expandir sua atuação, atendendo não apenas Brasília e região, mas as demais cidades do País, especialmente do Centro-Oeste e São Paulo.

 

A forma como as empresas pensam em suas estratégias digitais também mudou na pandemia. A tendência é que os clientes corporativos escolham, cada vez mais, ter um Data Center externo com mais capacidade, segurança e menor custo, afirma Marcos André Chaves, CEO da NWi, justificando o investimento na expansão do parque tecnológico que a NWi passa o oferecer para a região.

 

Vantagens - O Data Center Tier III possui redundâncias em sua arquitetura que permite manutenção em qualquer componente, sem ter que parar a operação. Com isso, mesmo em falha, o cliente não sofrerá paralização do serviço. Ao contrário do Tier I e Tier II, essas instalações não requerem desligamentos quando o equipamento precisa de manutenção ou substituição. Os componentes do Tier III são adicionados aos componentes do Tier II para que qualquer parte possa ser encerrada sem afetar a operação de TI.

 

Além disso, a NWI poderá fornecer energia cerca de 10 kWh (quilowatts hora) por Rack no novo DataCenter. Quanto à conectividade, a NWI possui mais de 3 mil quilômetros de fibra óptica no DF e entorno, com cerca de 25 anos de experiência no setor. Isso permite fornecer conectividade própria ao Data Center com as características que o projeto demandar, com custo menor e maiores velocidades.

 

Sobre a NWi Telecom- Empresa com 25 anos de mercado no setor de tecnologia, atende hoje pessoas físicas, empresas do setor privado e do Governo. A empresa é referência em soluções integradas de Telecom, possibilitando aos seus clientes propostas inovadoras, atendimento personalizado e prestação de serviços com tecnologia de ponta. Atua em Brasília e região e tem filiais nas cidades de São Paulo -SP, Luziânia -GO, Formosa-GO e Grande Colorado-DF.

 

SERVIÇO

NWi Telecom

Endereço: SIG Quadra 1 Lotes 715, 725, 735, Brasília - DF, 70610-410

Site: www.nwi.com.br

CLIQUE AQUI E VEJA MINHA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.